Médicos relatam experiências de superação no atendimento a pacientes de Covid-19 em Juruti

0

No momento mais crítico da pandemia, o Hospital 9 de Abril, em Juruti, oeste do Pará, contou com o profissionalismo e a experiência de intensivistas que foram contratados com apoio do Instituto Alcoa, para cuidar dos casos críticos. Nesse período, somaram esforços no combate à pandemia os médicos Fidel Leal, Márcio Alcino Zeuli e Bruno Belchior de Oliveira, vindos de São Paulo, Guilherme Nastrini, de Belo Horizonte, e Renato Mauro Vieira Souza, de Belém.

Para a médica Evely Silva, diretora-técnica que atuou na linha de frente no Hospital 9 de Abril, no momento de uma pandemia em que todos ficam vulneráveis, a relação com os pacientes vai além dos procedimentos médicos. Passa, também, pelo carinho, cuidado e afeto.

“Foram momentos que vão marcar nossas vidas. Cada alta médica era motivo de comemoração, pois entendíamos que era um momento de renascimento para o paciente, diante de uma doença tão grave, séria, difícil de ser controlada”, observou Evely.

Médicos intensivistas

Fidel Leal que veio de São Paulo para dar suporte na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital 9 de Abril, contou que não pensou duas vezes quando recebeu o convite para atuar na linha de frente de atendimentos aos pacientes mais graves de covid, em Juruti. “Atendi o chamado para dar minha contribuição nesse momento difícil”.

O médico intensivista também revelou que a receptividade da equipe do hospital e da própria população foi importante incentivo para que o trabalho fluísse.

“Eu me senti em casa desde o primeiro dia e isso ajudou muito no tratamento e recuperação dos pacientes. Gostei muito de Juruti e fiquei impressionado com a estrutura que eu encontrei no Hospital 9 de Abril”, disse Fidel.

Bruno Belchior, médico intensivista

O paulistano Bruno Belchior, que esteve na linha de frente do Hospital de Campanha no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, trouxe sua experiência para Juruti, integrando-se à equipe do 9 de Abril. Ele relata que a equipe multiprofissional da unidade de saúde foi fundamental para o êxito nos atendimentos.

“Nos primeiros dias passamos por momentos difíceis com pacientes graves. Foi fundamental o suporte dos profissionais que já estavam no hospital: fisioterapeuta, nutricionista e equipe de enfermagem. Todos demonstrando empenho incansável, aptos a atuar, discutir os casos e, principalmente, aprender”, destacou Fidel.

Legado para Juruti

Bruno contou que, além dos atendimentos nas UTIs, os médicos intensivistas aproveitaram para realizar treinamentos com a equipe sobre Parada Cardiorrespiratória e visita multidisciplinar, onde todos os profissionais são envolvidos no cuidado de um paciente crítico. “Tenho certeza que para a cidade de Juruti esse projeto vai deixar um legado de profissionais mais qualificados para atender pacientes que precisam de cuidados intensivos”, completou.

“O que me deixa mais feliz é saber que o trabalho continua, ao treinarmos toda uma equipe multiprofissional. Criamos uma equipe concisa, forte e coerente para manter o serviço de terapia intensiva”, enfatizou Nastrini.

Hospital Municipal

O diretor do Hospital Municipal Francisco Rodrigues Barros, médico Alan Torres, revelou que no auge da pandemia os profissionais foram colocados à prova, pois vidas dependiam da tomada de decisões. A estrutura e equipamentos fizeram a diferença no tratamento dos pacientes.

Alan Torres, diretor do Hospital Municipal de Juruti

“Durante os momentos mais difíceis dessa pandemia, percebi a capacidade que a empresa teve em nos apoiar, demonstrando toda a sua sensibilidade. A empresa sempre procurava os profissionais de saúde pedindo opinião sobre a melhor forma de ajudar, perguntando o que nós estávamos precisando no município. A Alcoa vem sendo de extrema importância para Juruti”, enfatizou.

Para o médico, nada se compara à alegria de salvar e recuperar uma vida diante de uma doença tão devastadora como a covid-19.

“Esse foi a nossa maior vitória. Poder entregar o amor da vida de alguém de volta a sua família”, contou emocionado Alan Torres.

Estrutura fortalecida

Em todo o Brasil, hospitais e unidades de saúde enfrentaram o desafio de gerenciar a crise do novo coronavírus pela falta de insumos e, algumas vezes, medicamentos básicos. Em Juruti, a rede municipal contou a Alcoa como uma de suas aliadas e os investimentos realizados pela empresa ficarão como legado.

A empresa investiu mais de R$ 1,4 milhão em ações diretas de combate à Covid-19. Desse total, cerca de R$ 756 mil foram destinados para a compra de itens médicos, entre os quais: reanimadores pulmonares, camas hospitalares, máscaras, macacões e outros equipamentos de proteção individual, além de kits de testes para identificação da Covid-19. Todos os itens foram doados ao Hospital Municipal Francisco Rodrigues Barros e Hospital 9 de Abril.

Além de itens médicos, o Instituto Alcoa realizou doação de R$ 100 mil para a contratação de médicos intensivistas para atender pacientes graves no período emergencial da pandemia.

“Além da aquisição de equipamentos, a empresa viabilizou a manutenção do nosso aparelho de tomografia e garantiu cilindros de oxigênio em momentos críticos de enfrentamento da Covid em Juruti. Foram itens fundamentais para o diagnóstico e tratamento dos pacientes”, ressaltou a diretora-técnica do Hospital 9 de Abril”, Evely Silva.

Também foram dedicados R$ 400 mil em doação ao Barco-Hospital Papa Francisco, que leva atendimentos em saúde para 700 comunidades ribeirinhas de municípios do Oeste do Pará. O Barco-Hospital é administrado pela Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus. Profissionais de saúde relatam experiências de superação no atendimento a pacientes vítimas da Covid-19 em Juruti.

Para o gerente-geral da empresa, Genesis Costa, a Alcoa reforça seu valor Cuidar das Pessoas, bem antes da pandemia global. “A empresa sempre manteve atenção especial à saúde no município de Juruti. Até este ano, foram R$ 77,4 milhões alocados desde que a mineradora começou suas operações no município, em 2009”, ressalta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi