Cerca de 1,8 milhão de paraenses tiveram algum sintoma relacionado ao coronavírus

0

Um levantamento do IBGE Pará apontou que cerca de 1,8 milhões de pessoas tiveram algum sintoma relacionado ao novo coronavírus no mês de maio, representando 21% do total da população do estado. Destes, apenas 22% procuraram uma unidade de saúde. Os outros 78% optaram por se tratar em casa.

No mesmo mês, a taxa de desocupação no Pará, segundo o levantamento, foi de 10,8%, cerca de 362 mil pessoas. Por causa da pandemia, ou pela falta de oportunidade, mais de 900 mil paraenses não conseguiram sair em busca de emprego. 5,2% das pessoas ouvidas declararam estar trabalhando de forma remota.

Outro dado importante da pesquisa é em relação ao afastamento do trabalho por conta da pandemia. Cerca de 33% dos paraenses com emprego ficaram em casa no período por conta do distanciamento social. Por outro lado, 151 mil trabalhadores se ausentaram de suas funções por outros motivos. Entre os que foram afastados, 54% ficaram sem receber salário nesse período.

Os informais alçaram o índice de 51% da população. Houve ainda uma redução na remuneração média dos paraenses. O valor de R$ 1.746 caiu para R$ 1.420 durante o período. E 58% dos lares paraenses receberam ajuda do auxílio emergencial proposto pelo governo federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi