Coronavírus. Hospital Regional faz simulação para receber suspeito de infectado

0

Com o objetivo de preparar as equipes assistenciais para um possível caso da doença, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), do Regional do Baixo Amazonas, de propriedade da Secretaria de Saúde pública do Pará (SESPA) realizou na manhã de ontem sexta-feira, 7, o primeiro treinamento com simulação de chegada de paciente fictício com suspeita de infecção grave.

O hospital regional foi indicado como referência para esse tipo de tratamento pela Sespa.

Houve a apresentação de fluxograma de recebimento, orientações sobre o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e os cinco passos para higiene correta das mãos.

Na unidade do Baixo Amazonas, a porta de entrada para casos suspeitos do coronavírus será o setor de Acolhimento. Após entrada na unidade, o paciente com a suspeita da doença será encaminhado direto para o leito de isolamento da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Adulto, com documentação devidamente autorizada pela Central de Regulação do Estado. “O caso suspeito não virá diretamente para o Regional. Toda a demanda que vem para a unidade é originária da Central de Regulação do Estado e, neste caso, não será diferente. Se for detectado pelos sintomas que se trata de um caso suspeito grave de coronavírus, então o Baixo Amazonas será acionado para receber o paciente e, posteriormente, encaminhado direto para o isolamento”, afirma a médica infectologista da unidade, Mariana Quiroga.

No momento do treinamento, o setor de Acolhimento funcionou normalmente, sem interrupções aos atendimentos prestados aos pacientes. Pacientes, acompanhantes e colaboradores receberam orientações quanto as precauções. “Esse treinamento é muito importante e vale para todos nós. Observei que foi bastante enfatizada a higienização das mãos, para evitar possível contato com o vírus”, afirma a acompanhante de paciente, promotora de eventos, Glayce de Oliveira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi