Menino luta pela vida após ser picado por uma Surucucu Pico-de-Jaca

0

Um garoto de 12 anos, está lutando pela vida após ser picado por uma cobra Surucucu Pico-de-Jaca, no município de Oriximiná.

Erivaldo Serrão Figueiredo, foi picado no braço pela cobra na comunidade São Nicolau, na zona rural de Oriximiná. Os familiares do menino  as pressas para a cidade onde recebeu os primeiros socorros, mas o veneno se espalhou causando uma grave infecção no braço.

O garoto está acompanhado dos pais hospedados em uma residência de um conhecido, na rua Dom Floriano n°258, bairro Penta, em Oriximiná e pedem ajuda das pessoas para comprar os remédios e curativos, assim como alimentos.

O acidente aconteceu na sexta-feira, 03, apesar de ter recebido atendimento em tempo o garoto corre risco de perder o braço, sem contar que ficará com sequelas pro resta da vida.

A cobra Surucucu Pico-de-Jaca é a terceira cobra mais venenosa do Brasil, suas vítimas humanas quando não morrem ficam deficientes. É a maior serpente venenosa de toda a América do Sul, pode ultrapassar três metros de comprimento. O veneno da Surucucu pico-de- jaca apresenta ação proteolítica (atividade inflamatória aguda), hemorrágica, coagulante e neurotóxica, pode levar a vítima a sofrer queda de pressão arterial, dor local e edema, surgem ainda sintomas como redução da frequência cardíaca, Insuficiência renal, vômito, diarreia e necrose no local da picada. É um veneno perigoso e letal, a vítima poderá falecer por insuficiência renal aguda.

Para o tratamento é usado o soro antilaquético/antibotrópico laquético.

A Surucucu Pico-de-Jaca possui protuberâncias cônicas de suas escamas que lembram uma casca de jaca, de onde provém o nome popular “Pico-de-jaca. Por ter um grande poderio de toxinas fatais, só ataca seres humanos quando se sentem ameaçadas e são tocadas, mesmo assim, quando a pessoa se aproxima dela, vibrar a cauda no chão da floresta produzindo um ruído que são chamados pelos nativos de som de um chocalho.

Por ter uma coloração semelhante a da jiboi, muitas pessoas confundem imaginando não ser venenosa, daí a crendice dos ribeirinhos de que a jiboia fica venenosa em algum período do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi