Excesso de feriados em 2020 requer planejamento das empresas

0

Val-André Mutran

Calendário terá influência na atividade econômica. Indústria terá que aumentar produtividade para compensar dias parados, enquanto que empresas relacionadas com o turismo podem aumentar os seus ganhos

Os empresários brasileiros terão uma preocupação extra no ano que vem. O calendário de 2020 terá mais feriados em dias de semana e também mais fins de semana prolongados do que 2019, e influenciará a atividade econômica. Mas, como na Lei de Mercado quando uns perdem e outros ganham, algumas medidas no planejamento das empresas terão que planejadas agora, em 2019.

A Indústria, por exemplo, terá que ajustar o seu planejamento para aumentar a produtividade e compensar os dias parados, enquanto que empresas relacionadas com o turismo podem aumentar os seus ganhos substancialmente com a oportunidade que o aumentos dos feriados podem oferecer em pacotes especiais para quem estará de folga.

O próximo ano terá 251 dias úteis, dois a menos que 2019, e o número de feriados em dias da semana será maior: serão 11 contra oito. Mais que isso, serão seis dias de folga que poderão ser emendados com sábado e domingo, contra dois em 2019. O número de dias de folga somados aos feriadões pode aumentar ainda mais dependendo de feriados municipais e estaduais, no calendário de cada estado.

O brasileiro vai folgar mais e trabalhar menos no próximo ano. A retomada do crescimento mais forte da economia em 2020 é esperada pelo governo, analistas e bancos. Segundo o boletim Focus, do Banco Central, a economia brasileira poderá crescer 2,25% no ano que vem. O BC revisou a própria previsão de crescimento de 2020 de 1,8% para 2,2%. Com menos folgas, a expansão poderia ser maior.

O maior número de feriados não atinge setores de produção contínua, como o siderúrgico e o de óleo e gás, mas afeta o de automóveis e o de eletrodomésticos. Impacta nas vendas de lojas no comércio de rua, mas pode turbinar cidades turísticas que estiverem com sua infraestrutura adequada para o aumento do número de turistas.

Muitas vendas no Pará se encontram em lojas de rua que estão em regiões não turísticas. Em Belém, Marabá, Parauapebas e Santarém, parte do comércio já está em shoppings centers e podem ganhar nas duas modalidades caso haja aumento de visitantes de fora da cidade.

Já na indústria, a produção reduz, mas o custo não cai e há impacto na contabilidade das empresas. O Produto Interno Bruto (PIB) pode não refletir as horas trabalhadas, mas registra o ritmo de produção e o faturamento. Resta como alternativa ao empresário o incremento da produtividade e isso exige planejamento.

Segundo o Ministério do Turismo, no ano passado, feriados prolongados resultaram em 13,9 milhões de viagens domésticas, injeção de R$ 28,84 bilhões na economia.

Turismo

Os feriados de maio movimentaram R$ 9 bilhões e 4,5 milhões de viagens. Em 12 de outubro – Dia de Nossa Senhora Aparecida –, foram 3,24 milhões de viagens, com impacto de R$ 6,7 bilhões nos destinos nacionais visitados.

“Para o turismo, qualquer feriado nacional se traduz em aumento de faturamento. Movimenta o turismo interno, que também está sendo ajudado pelo dólar alto,” diz Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação.

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav Nacional) calcula alta entre 8% e 14% no movimento em anos com muitos feriados. As pessoas tendem a fazer mais viagens ao longo do ano, mesmo que sejam curtas e para destinos próximos de casa. A demanda não fica concentrada nas grandes temporadas.

Mais folgas em 2020

Dias úteis

2019: 253 dias

2020: 251 dias

Feriados em dias da semana

2019: 8

2020: 11

Feriadões (caem em terças ou quintas-feiras)

2019: 2

2020: 3

Fins de semana prolongados (feriado em sextas ou segundas-feiras, incluindo Carnaval)

2019: 2

2020: 6

Veja abaixo quais serão os feriados prolongados em 2020:

25 de fevereiro (terça-feira) – Carnaval (ponto facultativo);

10 de abril (sexta-feira) – Paixão de Cristo (feriado nacional apenas para a administração pública. Para os demais, só é feriado se for decretado por estados ou municípios);

21 de abril (terça-feira) – Tiradentes;

1º de Maio (sexta-feira) – Dia do Trabalho

11 de junho (quinta-feira) – Corpus Christi (ponto facultativo)

7 de setembro (segunda-feira) – Dia da Independência

12 de Outubro (segunda-feira) – Dia de Nossa Senhora Aparecida

2 de novembro (segunda-feira) – Finados

25 de dezembro (sexta-feira) – Natal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi